Não foi Cabral: revendo silêncios e omissões

Friday, February 16, 2024 - 15:34
Publication
Umbigo

A revisão do legado português nunca foi tão importante como agora, numa época em que o extremismo saudosista e enviesado contamina a atualidade política. Fala-se de um legado frequentemente camuflado, romantizado, cheio de adversativas, esquecendo a violência, racismo e ignorância inerentes à colonização portuguesa, em particular, e ao colonialismo, em geral. Entre a grandiloquência e a falsa diplomacia amistosa, a discussão sobre o colonialismo português carece ainda de uma revisão crítica e de um estudo alargado entre as várias sociedades que tocou. Antes, no outro lado do oceano, no Brasil, MC Carol lança o desafio com o funk e escarafuncha o dedo na ferida: “Professora, me desculpe | Mas eu vou falar | Esse ano na escola | As coisas vão mudar | Nada contra ti | Não me leve a mal | Quem descobriu o Brasil | Não foi Cabral.”

Neste contexto, Não foi Cabral: revendo silêncios e omissões, um programa promovido pela Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa e curado por Nuno Crespo e Lilia Schwarcz, afigura-se como uma oportunidade fundamental para debater a história e os mecanismos ideológicos que a construíram, convocando para o debate artistas, realizadores, ativistas e pensadores.

Ler artigo completo aqui.

Upcoming Events

21
Mar
19:00
16
Apr
18:30