Obra de alumnus da EA vence Edigma Semibreve Scholar 2022

Quinta-feira, October 6, 2022 - 15:40

A instalação Insensored (2022), criada pelo alumnus da EA Gonçalo Cunha, é uma das vencedoras do Edigma Semibreve Scholar 2022, prémio que integra o programa da 12ª edição do Semibreve, festival de música electrónica e arte digital. A obra vencedora será exposta durante o evento, que decorre entre os dias 27 e 30 de outubro em Braga. 

O Edigma Semibreve Scholar é um prémio focado em trabalhos de cariz académico. Criado em 2019, incentiva a criação artística na comunidade de estudantes do ensino superior. Organizado desde 2011 pela AUAUFEIOMAU com o apoio da Câmara Municipal de Braga, o Festival Semibreve afirmou-se no panorama da música eletrónica exploratória nacional e internacional.

Insensored (2022) é o projeto final de Gonçalo Cunha, desenvolvido na Licenciatura em Som e Imagem. A primeira versão obra foi exposta na Escola das Artes durante o Panorama #22.

 

Insensored (Gonçalo Cunha, 2022)

Habituada a uma realidade padronizada, a consciência cria um reflexo 
da arquitetura do visível no seu seguimento ocultado. Esboça-nos uma continuidade simétrica nos campos de visão omitidos. Através da instalação Insensored (2022), o artista busca por à prova essa reconstrução espacial, onde tenta provar que a consciência reflete, por vezes,  de forma errónea, o que está para lá da nossa perceção visual.
 


BIO
Gonçalo Cunha (Porto, 1999) é licenciado em Som e Imagem na
Escola das Artes da Universidade Católica, Centro Regional do Porto. Ao longo do seu
percurso académico foi gradualmente focando-se nas artes visuais, onde teve a
oportunidade de explorar temas do seu interesse, tais como a fenomenologia e a
psicologia.