Católica e Serralves promoveram debate sobre a tendência dos NFTs e as oportunidades de expansão artística

O volume das transações em mercados e coleções de arte associados a contratos inteligentes NFT (non-fungible token) ultrapassou os 40 biliões de dólares em criptomoedas no último ano, sendo que os NFTs de arte generativa são os que têm captado mais a atenção dos investidores. Organizado pela Escola das Artes da Universidade Católica, em parceria com a Fundação de Serralves e a leiloeira Phillips, o Generative Art Seminar permitiu o debate sobre esta tendência no mercado da arte através da presença de especialistas e artistas nacionais e internacionais. O evento realizou-se 26 de maio no Auditório da Fundação de Serralves.

Nuno Crespo, diretor da Escola das Artes da Universidade Católica, salienta que “os NFTs de arte generativa são os que mais têm captado a atenção dos investidores e têm sido negociados por centenas de milhares de dólares.” De realçar que “o interesse não está só no mercado, mas também já expansão do campo artístico cujas consequências e total alcance estamos ainda longe de prever e compreender,” conclui Nuno Crespo.

Mas o que é exatamente a arte generativa? Como se articula com NFTs? O que significa esta tendência para o mercado de arte? Haverá uma adoção em massa dos NFT pelo mercado, museus e curadores ou, pelo contrário, sofrerão uma rejeição a longo prazo? Foi a estas e a outras questões que o evento Generative Art Seminar pretendeu responder através da presença de um painel de peritos internacionais em arte generativa e NFTs.

Sofia Garcia, curadora e conselheira da Art Block; Monica Rizzolli, designer de superfície no estúdio Contrast e type designer na Just in Type, que lançou em 2021 duas séries de NFTs; Marcelo Rodriguez-Soria, artista e estrategista, e Benjamin Kandler, assistente de Vendas Privadas da Phillips e coordenador de NFT, marcaram presença no evento com organização da Escola das Artes da Universidade Católica no Porto, o centro de investigação CITAR e o CCD, em parceria com a Fundação de Serralves e a Phillips.

A par do seminário, no dia 25 de maio, os estudantes da Escola das Artes tiveram a oportunidade de participar num workshop sobre estas temáticas com o artista Matt Deslauriers.

 
pt
02-06-2022