Artist Talk · Mc Carol, Farofa e DJ Dorly

22.11.2021 18:30
Auditório Ilídio Pinho | Edifício das Artes / Arts Building | Campus Foz

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

22.11.2021 18:30 Artist Talk · Mc Carol, Farofa e DJ Dorly Link: https:///pt/central-eventos/artist-talk-mc-carol-farofa-e-dj-dorly

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto | Campus Foz | Auditório Ilídio Pinho
 
 
 
Artist Talk
MC CAROL, FAROFA, DJ DORLY
22 NOV 2021 · 18H30 · Auditório Ilídio Pinho
 
Na próxima segunda-feira, dia 22 de Novembro, 18:30, a Escola das Artes será palco para uma conversa — ou como definem os seus intervenientes, uma “roda” — entre a Mc Carol, Farofa e DJ Dorly onde, ao abrigo do tema anual da escola, REPAIR, se discutirá o trabalho da Mc enquadrando-o nas reverberações políticas e culturais do baile funk, e na forma como este está a ser instrumentalizado por toda uma nova geração de artistas.
 
Acesso: Entrada livre sujeita à lotação do espaço.
O evento decorrerá seguindo as orientações das autoridades sanitárias e de trabalho relativamente aos procedimentos e práticas de segurança e à saúde no contexto da pandemia COVID-19. No local estão em vigor as seguintes regras:
  • Utilização obrigatória de máscara
  • Desinfecção das mãos com álcool-gel à entrada (disponível no local)
  • Registo de participantes à entrada
  • Distanciamento entre lugares
  • Medição de temperatura

 


PORTUGUÊS ABAIXO

VOICING VOICES 

— A Brief Note on MC Carol’s Artist Talk at the School of Arts
 
During Salomé Voegelin’s “To Know From the Invisible” [1] the writer and researcher briefly sketched an argument where sound, due to a cultural and historical inadequacy in being described or characterised by itself (e.g. a grey sound, a heavy sound) — a problem that usually gets solved by turning it into an index, where sound becomes the sound of something —, should be regarded not as an object (noun), but as a process in the making (verb). In that, sound would unfold as a procedural entity, an irresolvable and transitory haptic function reverberating within a world. 
 
In being read as a potential in action, sound would then stand as a material negation of static classifications, a palpable deflection of deterministic structures, an optimal reconfiguring tool defined and made valuable precisely by virtue of its sub-optimality — never fitting, thus always rearranging. If one brings such conception of sound into voiced speech, doubts regarding the traditionally disposable role attributed to voice-as-sound as a mere “vanishing mediator” [2] within the process of speaking begins to emerge, resulting in rifts that arguably, and hopefully, can only be patched by what Adriana Cavarero describes as a “thinking with the lungs” [3].
 
When one listens to MC Carol’s words being wilfully exhaled against  — always against, never through — a microphone as deep and wide breaths, at that point, her words are themselves presented as thought formed in and by the lungs. Such voicing which, like the early recordings of Ivy Queen [4], is a voicing founded in a deep time buried in the throat, instantly underlines the how, in detriment of the what. The usually primary formal what — the what is being said — is then overthrown by the active deployment of a material how — a how is that voice voicing, and a how much of that voicing is thought and discourse in itself
 
The sonic how of MC Carol’s discharges bring to surface the urgency of its imperative why. The material complicity between the how and the why, which sounds greater than the complicity celebrated by the what and the why, can perhaps be justified by the fact that they share a common ground — the positionality of a mouth, a throat, a skin, of bowels. Both interrogations share the same answer. How such a voice? Due to a mouth, a throat, a skin, bowels. Why such a voice? Due to a mouth, a throat, a skin, bowels.
 
The pressure from which MC Carol’s voice emerges bears not only a discourse, but a mode of discourse and reasoning whose presence is pivotal in any institution that wishes to call itself “universal”, and where such universality is deemed be obtained by the articulation of a large spectrum of “faculties”. Facing such requirement, the Artist Talk between MC Carol, Rafael Henrique Victório AKA Farofa and DJ Dorly aims to offer a framing into the MC’s work by using it as a navigation tool to explore the socio-cultural implications of the Brazilian Baile Funk scene, and how such sounds are being and have been weaponised by artists and communities as means of mobilisation and assertion. 
 
 
Diogo Tudela
 
Novembro 2021
 
[2] Mladen Dollar (2006) A Voice and Nothing More.
[3] Adriana Cavarero (2005) For More Than a Voice: Towards a Philosophy of Vocal Expression
[4] Alexandra T. Vazquez (2009) Salon Philosophers: Ivy Queen and Surprise Guests Take Reggaetón Aside

 
VOCALIZAÇÃO DA VOZ 
— Breve Nota sobre a Conversa com MC Carol na Escola das Artes
 
Durante a aula aberta de Salomé Voegelin “To Know From The Invisible” [1], a escritora e investigadora esquissou brevemente um argumento onde o som, devido a uma inadequação cultural e histórica em ser descrito ou caracterizado em si mesmo (um som cinza, um som pesado) — um problema que normalmente é resolvido transformando-o em um índice, onde o som se torna no som de algo —, deve ser considerado não enquanto um objeto (substantivo), mas como um processo em formação (verbo). Nesse sentido, o som ocorre enquanto entidade procedimental, enquanto uma função háptica, transitória e irresolúvel, que reverbera num mundo.
 
Se lido na qualidade de potencial em ação, o som resulta numa negação material a classificações estáticas, num desvio palpável a estruturas determinísticas, numa ferramenta ideal de reconfiguração devido precisamente à sua subotimalidade — nunca adequado, logo, sempre reestruturante. Ao enquadrar tal concepção de som no discurso falado, emergem dúvidas relativamente ao tradicional papel descartável reservado à voz enquanto “mediador evanescente” [2] no ato da fala; fendas que discutivelmente, e esperançosamente, podem ser emendadas através daquilo a que Adriana Cavarero descreve como o “pensar com os pulmões” [3].
 
Ao ouvir as palavras da MC Carol deliberadamente exaladas contra — sempre contra, nunca através de — um microfone quais profundos e dilatados fôlegos; nesse momento, essas palavras assumem-se como pensamento formulado nos pulmões. Tal vocalização, próxima à audível nas primeiras gravações de Ivy Queen [4], ostenta um voz originada num tempo profundo (deep time) instalado na garganta, evento que, por si só, sublinha o como (how) em detrimento do o quê (what). Assim, o usualmente primário quê formal — o que é que está a ser dito — é destronado pela difusão de um como material — um como é que aquela voz de vocaliza, e um como é que tal vocalização é pensamento e discurso em si.
 
O como sónico das exalações da MC Carol revelam a urgência imperativa do seu porquê. A cumplicidade material celebrada entre o como e o porquê, que ressoa mais veementemente do que a aliança entre o quê e o porquê,  pode eventualmente ser justificada pelo facto de ambas partilharem solo comum — a posicionalidade de uma boca, de uma garganta, de pele e vísceras. Ambas as interrogações partilham a mesma resposta. Como tal voz? Devido a uma boca, uma garganta, uma pele e vísceras. Porquê tal voz? Devido a uma boca, uma garganta, uma pele e vísceras.
 
A pressão da qual brota a voz da MC Carol transporta não apenas discurso, mas modo discursivo e argumentação cuja presença se revela pivotal em qualquer instituição que almeje estatuto “universal”, e cuja universalidade se forma precisamente a partir da articulação de um vasto espectro de “faculdades”. Perante tal requisito, a conversa entre MC Carol, Rafael Henrique Vitório, vulgo Farofa, e DJ Dorly pretende enquadrar o trabalho da MC utilizando-o enquanto ferramenta de navegação para explorar as implicações sócio-culturais plasmadas na cena do Baile Funk brasileiro, e indagar sobre a forma como tais sonoridades são, e têm vindo a ser, instrumentalizadas por artistas e comunidades como modos de mobilização e afirmação.
 
Diogo Tudela
 
Novembro 2021
 
[1] Aula aberta leccionada por Salomé Voegelin enquanto parte do Programa Aberto da Escola das Artes  “ART / THOUGHT / SOUND — Knowing Through Sound”.
[2] Mladen Dollar (2006) A Voice and Nothing More.
[3] Adriana Cavarero (2005) For More Than a Voice: Towards a Philosophy of Vocal Expression
[4] Alexandra T. Vazquez (2009) Salon Philosophers: Ivy Queen and Surprise Guests Take Reggaetón Aside

 

 

 

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Univeridade Porto

Univeridade Católica

Faculdade Direito

Escola Direito

Escola Artes

Instituto Ciências Saúde

Instituto Bioética

Faculdade Economia Gestão

Instituto Psicologia

Business School Porto

Universidade Porto

Universidade Católica

Partilhe/Share