Steve Goodman / Kode9

ENGLISH

15 ABR · 18H30 · Steve Goodman / Kode9
Virologia Audio

Moderador · Diogo Tudela


No contexto da atual pandemia global, vivemos um momento oportuno para examinar teorias e ficções sónicas que Steve Goodman define livremente por virologias audio. Uma fonte essencial para o conceito de virus cultural deriva da ideia de meme, o equivalente cultural ao gene, uma unidade básica de cultura. À medida que tem vindo a convergir com os media sociais, o conceito tem se vindo a fixar em (movimentos) virulentos de combinações de imagem/texto. Mas existe algum equivalente auditivo? Desde a genética evolutica à modelação aplicada a música generativa, à sonificação de dados induzidos pela inteligência artificial de estruturas protéicas, psicologias de earworms (malware do/para o ouvido) passando por ficções sónicas de música eletrónica e ficção científica, nesta aula aberta será questionada a memética suportada pelo neo-Darwinismo, numa procura por ir além de uma noção meramente metafórica de viralidade aplicada à cultura sónica e musical.


BIO
Steve Goodman (aka Kode9) é um músico, artista e escritor. Gravou 3 álbuns, 2 com o vocalista Spaceape; Memories of Future (2006) e Black Sun (2010), e um álbum a solo, Nothing (2015). Enquanto DJ já produziu três compilações de mixes, Dubstep Allstars vol.3 (Tempa 2006), DJ Kicks (K7 2011) e Rinse 22 (Rinse 2013), e em 2018, Fabric 100 com Burial. Além da editora Hyperdub, a qual fundou em 2004, também lançou faixas pela editora de Aphex Twin, Rephlex, e pelas Soul Jazz e Rinse e remisturou para Mr. Fingers, Lee Scratch Perry, the Junior Boys, Battles e Dabrye, entre outros. 

Em 2014 recebeu o prémio de Inovação e de melhor Pequena editora do ano pela AIM (the Association of Independent Music). Com o grupo AUDINT produziu numerosas instalações sonoras, e os seus trabalhos em sound design foram recentemente apresentados como parte da Hyundai commission no Tate Modern (2018) e no Barbican ‘AI: More than Human’ em Londres (2019). Ele produziu uma banda-sonora para a curta-metragem do grupo AUDINT, Ghostcode (2016) e apresentou e remisturou uma versão reimaginada da banda sonora de La Jetée, de Chris Marker, com o título Her Ghost no BFI em Londres e no Pompidou Centre em Paris (2013).

O seu livro ‘Sonic Warfare’ foi publicado pela MIT Press em 2009 e com o AUDINT co-editou o livro ‘Unsound: Undead’ pela Urbanomic Press em 2019.

website