Yohei Yamakado é o artista selecionado para a Residência Gulbenkian na Escola das Artes 2019

 
Stills de Amor Omnia (2019)
 
No âmbito do programa Residência Gulbenkian na Escola das Artes 2019, Yohei Yamakado foi selecionado entre 250 candidatos de elevada qualidade artística para fazer uma residência artística na EA entre setembro e dezembro de 2019. 
 
A seleção foi da responsabilidade do júri, constituído por Cristina Grande, do Museu de Serralves, Guilherme Blanc, assessor cultural da Câmara Municipal do Porto, Nuno Crespo, da Escola das Artes, e pelo serviço de Bolsas da Fundação Gulbenkian.
 
Nascido em Kobe, Japão, em 1987, Yohei Yamakado vive em França onde trabalha com obras sonoras e visuais e candidatou-se com um projeto de cinema. Desde 2017 frequenta o Le Fresnoy – Studio National des arts contemporains, onde realizou os filmes La lyre à jamais illustra le taudis (2018) e Amor Omnia (2019). Fundador da editora RÉCIT em 2012, Yamakado é também músico e os seus filmes exploram a importante relação som e imagem. 
 
Já apresentou o seu trabalho em espaços como LʼOnde (2018), Nuit Blanche Kyoto (2015, 2016, 2017), Towada Art Center (2016), Institut Goethe-Paris (2014) ou IRCAM (2014).
 
 
Stills de La lyre à jamais illustra le taudis (2018)