Workshop com Laura Mulvey na Escola das Artes | 27 a 29 de Novembro

 

Workshop com Laura Mulvey na Escola das Artes
27 a 29 de Novembro

Parceria: Porto/Post/Doc

No âmbito do Porto/Post/Doc 2018, a eminente teórica dos estudos fílmicos, Laura Mulvey, irá conduzir um workshop intitulado “Texts of muteness: maternal silences and cinema as an expressive mode”, em que a académica mostrará filmes realizados por mulheres em contextos culturais diversos, discutindo a posição feminina numa sociedade patriarcal.

Este workshop decorrerá nas instalações da Escola das Artes, e os seus alunos têm um desconto de 25% sobre o valor da inscrição.

Para se inscrever consulte: http://portopostdoc.com/home/noticias/view?id=283 e selecione o workshop. A inscrição é feita por ordem de submissão.

 

Datas:
Terça-Feira, 27 de Novembro, das 9h30 às 13h30;
Quarta-Feira, 28 de Novembro, das 9h30 às 13h30;
Quinta-Feira, 29 de Novembro, das 9h30 às 13h30.

Valor da Inscrição:
100 Euros – até 30 de Julho
150 Euros – até 15 de Outubro
(Desconto de 25% disponível para sócios do Porto/Post/Doc ou estudantes da Escola das Artes, UCP)

Descrição do curso:
O curso tem por base quatro filmes, todos dirigidos por mulheres, mas produzidos dentro de contextos sociais e culturais muito divergentes. Os filmes giram em torno de histórias de maternidade e retratam os problemas em encontrar meios adequados de expressão dentro do lugar marginal da mãe dentro da cultura patriarcal. O curso sugere que "o texto da mudez" reconhece o problema da expressão e dos gestos em direcção a um modo de articulação através da forma e da materialidade do meio, neste caso, o cinema como um modo expressivo. O curso terá em consideração a importância das realizadoras, as diferentes origens de produção dos filmes, bem como questões estéticas, como estrutura narrativa e performance.

Laura Mulvey é professora no Birkbeck, Universidade de Londres, e trabalhou, durante muitos anos no British Film Institute. É autora de diversos livros e artigos, de que se destacam “Visual Pleasure and Narrative Cinema”, publicado em 1975 pela revista Screen, e “Death 24x a second”, livro de 2005. No primeiro, Mulvey discute o olhar masculino no cinema de Hollywood a partir de uma grelha psicanalítica; no segundo, a autora examina as novas formas de cinefilia e estudo das imagens em movimento com a emergência das tecnologias digitais. Mulvey foi também realizadora, com o seu marido Peter Wollen, durante os anos 70 e 80, de vários filmes, baseados numa estética da vanguarda. A sua principal obra, “Riddles of the Sphinx ” (1977), co-realizado com Peter Wollen, será também projectada durante o Porto/Post/Doc.