Projeto GEO-SR de regresso ao trabalho no Museu Nacional de Soares dos Reis

Na semana que antecedeu o Dia Europeu de Conservação e Restauro, a equipa do projeto GEO-SR regressou ao Museu Nacional de Soares dos Reis para mais uma importante etapa no estudo da escultura europeia do século XIX. 

O GEO-SR é um consórcio de investigação liderado pelo CITAR (EA-UCP), contando ainda com investigadores do GeoBioTec (U. Aveiro), Centro de Física (U. Minho), Construct (FEUP) e do Museu Nacional de Soares dos Reis (DGPC-MC) e com parcerias internacionais dos Museus Rodin e Camille Claudel e da Galeria Nacional de Arte Moderna – Roma, que tem em estudo 35 esculturas de Soares dos Reis, no sentido de colmatar uma lacuna profunda de conhecimento científico e tecnológico respeitante às componentes materiais, conservativas e simbólicas da escultura geomaterial europeia do século XIX.

A informação obtida será aplicada à elaboração de métodos de avaliação portáteis, não invasivos e mais acessíveis com vista à redefinição de questões éticas e protocolos de conservação, exposição, armazenamento, manuseamento, segurança e transporte destes objetos.

Mais informações sobre o projeto aqui