CCR intervenciona maquetes de Álvaro Siza Vieira para grande exposição em Serralves

 

No âmbito da parceria com a Fundação de Serralves, o Centro de Conservação e Restauro (CCR) da Escola das Artes  intervencionou um conjunto de seis maquetes do arquiteto Álvaro Siza Vieira, com vista a integrar a Exposição antológica Álvaro Siza: In/Disciplina.
 
Álvaro Siza: In/Disciplina é uma das exposições centrais nas comemorações dos 30 anos da Fundação de Serralves e dos 20 anos do Museu de Arte Contemporâneadecorrendo entre os dias 19 de Setembro de 2019 e 2 de Fevereiro de 2020,
 
Com curadoria de Nuno Grande e Carles Muro, tem por base trinta projetos elaborados entre 1954 e 2019, fazendo um percurso pela carreira de Álvaro Siza, desde a sua formação até à sua plena afirmação autoral e consagração como uma das figuras cimeiras da arquitetura mundial.
 
Álvaro Siza é autor de obras icónicas, como sejam a Casa de Chá da Boa Nova, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, o bloco Bonjour Tristesse em Berlim ou a Fundação Iberê Camargo em Porto Alegre, num trajeto reconhecido pelos mais importantes prémios de arquitetura a nível mundial: Pritzker, Mies van der Rohe, medalha Alvar Aalto e medalha de ouro da AIA.
 
Entre as maquetes intervencionadas pelo CCR, provenientes da Fundação Calouste Gulbenkian e do arquivo do atelier Álvaro Siza Vieira, encontram-se também projetos emblemáticos do arquiteto, tais como o plano de restauro da zona do Chiado ou a Igreja Paroquial do Marco de Canaveses.