SCOTOMA CINTILANTE + DISMORFIA | Jonathan Uliel Saldanha

09.04.2019 19:30

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

09.04.2019 19:30 SCOTOMA CINTILANTE + DISMORFIA | Jonathan Uliel Saldanha Link: http://artes.porto.ucp.pt/pt/central-eventos/scotoma-cintilante-dismorfia-jonathan-uliel-saldanha

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto
 
 
Imagem: Jonathan Uliel Saldanha/ Ricardo Megre
 
 
09 abril 
 
19:30h
SCOTOMA CINTILANTE
(Performance)
Auditório Ilídio Pinho 
 
20:30h
DISMORFIA
(Inauguração)
Sala de Exposições
 
Um projeto de Jonathan Uliel Saldanha
 
Edifício das Artes
Universidade Católica Portuguesa- Campus Foz
Rua Diogo Botelho, 1327 4169-005 Porto
 
 
Resultado de uma residência artística desenvolvida na Escola das Artes desde janeiro de 2019, Jonathan Uliel Saldanha apresentará, no dia 9 de abril, a performance “Scotoma Cintiliante”, no Auditório Ilídio Pinho, e a exposição “Dismorfia”, na Sala de Exposições da Escola das Artes. 
 
SCOTOMA CINTILANTE
A performance Scotoma Cintilante – que integra as celebrações dos 40 anos da Universidade Católica Portuguesa no Porto e, ainda, a programação da bienal BoCA (Biennial of Contemporary Arts) – parte de uma mundivisão onde a relação tátil com a matéria inanimada é a fonte primordial da construção do som. Este concerto-performance inscreve-se entre matéria e anima, pré-linguagem e superfície, operando a interceção de quatro eixos distintos: o aparelho vocal humano; a mediação de uma linguagem háptica (relativa ao tacto); a refração como mecanismo tático de mutação e “re-materialização” do tempo; e a camuflagem da palavra pela voz. Entre a dismorfia, a refração vocal e uma Via Sacra.
Assim, este concerto-performance inscreve-se entre matéria e anima, pré-linguagem e superfície, o devir de um objecto e uma Via Sacra. Operando a interceção do aparelho vocal humano com o tacto, numa refração da voz pela dismorfia.
 
A estreia da performance Scotoma Cintilante será feita no Auditório Ilídio Pinho em duas zonas contíguas, uma zona háptica onde a performance se desenrola e uma zona ressonante onde a performance é difundida.
 
> zona háptica: 50 lugares
> zona ressonante: 100 lugares
(Entrada: pelo Edifício das Artes)
 
A entrada é livre, mas sujeita à lotação da sala: 
RSFF: artes@porto.ucp.pt até 4 de abril.
 
 
DISMORFIA
Depois do concerto-performance, o artista inaugura na Sala de Exposições da Escola das Artes, a exposição “Dismorfia” – um trabalho que traduz os três meses da residência artística na Escola das Artes da Católica no Porto. 
Esta exposição documenta igualmente o trabalho que o artista veio a desenvolver com vários professores da Escola das Artes, nomeadamente Pedro Monteiro (Música),  Ricardo Megre (Animação), Carlos Lobo (Fotografia), André Perrota (Multimédia).
 
 
JONATHAN ULIEL SALDANHA
Jonathan Uliel Saldanha é um construtor sónico e cénico que trabalha na intereceção do som, do gesto, do palco e do filme. É fundador do coletivo SOOPA, co-fundador da editora SILORUMOR, uma das partes do duo FUJAKO e diretor dos HHY & The Macumbas. Em novembro estreou a peça SØMA na Culturgest Lisboa, e em 2017 as instalações de vídeo e som AFASIA TÁTICA, na Culturgest Porto, e ANOXIA, na Bienal Ano Zero em Coimbra. Co-criador das peças de palco BOCA MURALHA, SHARK, REI TRILOGY e encenador das peças JUNGLE MACHINE, KHORUS ANIMA, O POÇO e OXIDATION MACHINE apresentadas em espaços como o Museu de Serralves, o Accès(s) Festival, o Teatro Municipal Rivoli e o Palais de Tokyo, Paris.