Exposição Catálogos e outros materiais gráficos do mobiliário europeu | 13-21 setembro

13.09.2018 18:00 — 21.09.2018 18:00
Campus Foz

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

13.09.2018 18:00 21.09.2018 18:00 Exposição Catálogos e outros materiais gráficos do mobiliário europeu | 13-21 setembro Link: http://artes.porto.ucp.pt/pt/central-eventos/exposicao-catalogos-e-outros-materiais-graficos-mobiliario-europeu-13-21-setembro

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto | Campus Foz

No âmbito do II Congresso Ibero-americano de História do Mobiliário, a Escola das Artes apresenta a Exposição Catálogos e outros materiais gráficos do mobiliário europeu.

Inauguração: 13 setembro | 19h
Átrio do Edifício de Conservação e Restauro
Até 21 de setembro
 
 
Os catálogos, facturas, fotografias e outros materiais gráficos constituem uma fonte muito importante para o estudo e identificação das peças de Artes Decorativas no Mundo Ocidental, entre ca. 1850-1950. A expansão do comércio, com todas as suas práticas e documentos específicos, conduziu à multiplicação de todos esses meios de divulgação de novas fábricas, lojas, modelos estéticos e tipológicos, entre outras soluções, pelo que o seu conhecimento constitui uma das principais matrizes das investigações nestes domínios.
 
Catálogos
No universo do mobiliário, os catálogos publicados pelas fábricas e casas comerciais um pouco por toda a Europa., mas com especial incidência em França e Inglaterra, revelam um vasto número de tipologias de peças e de soluções estéticas. Neste período alargado de ca. 1850-1950, encontram-se os mais diversos revivalismos e historicismos, bem como as correntes Arte Nova, Art Déco e soluções mais contemporâneas adoptadas com a 2.ª Guerra Mundial.
 
Facturas
As facturas das fábricas e casas comerciais dedicadas à venda de mobiliário (ou de materiais com ele relacionados) aportam numerosos elementos para o seu conhecimento, designadamente dos seus agentes e das tipologias de peças a cuja realização ou comércio se dedicavam. Em certos exemplares, acresce o interesse gráfico, com a publicação de desenhos ou fotografias de peças de mobiliário, que os valorizavam enquanto espécies documentais.
 
Fotografias
As fotografias de peças de mobiliário, que incorporavam o acervo de muitas fábricas e oficinas, constituíam formas de circulação de modelos e de comunicação com os clientes, já que permitiam visualizar as soluções finais dos exemplares a encomendar. Para os investigadores, e sendo quase sempre a preto e branco, revestem-se de particular interesse visual, por permitirem, em geral com qualidade, a identificação precisa da tipologia, acabamentos e até, em certos casos, dos próprios materiais constituintes dos objectos.
 
 
Ficha técnica
 
ORGANIZAÇÃO
Doutoramento em Estudos do Património da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa (Porto)
CITAR – Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (EA-UCP)
 
COMISSÁRIO
Gonçalo de Vasconcelos e Sousa
 
PROGRAMAÇÃO
Carla Felizardo
 
COORDENAÇÃO
João Covita
 
PRODUÇÃO E LOGÍSTICA
Margarida Dinis
 
APOIO TÉCNICO
Hugo Sá
Pedro Oliveira
 
INFOGRAFIA
Católica Porto | Comunicação e Relações Públicas