Conferência · Marcelo Wanderley

11.11.2019 18:00
Edifício das Artes / Arts Building

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

11.11.2019 18:00 Conferência · Marcelo Wanderley Link: http://artes.porto.ucp.pt/pt/central-eventos/conferencia-marcelo-wanderley

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto
 
NIME Antes dos NIME: Investigações sobre novos interfaces de expressão musical dos anos 80 até à actualidade
Sala 018  · 11 NOV · 18 H
 
Embora o estabelecimento da Conferência Internacional sobre Novas Interfaces para Expressão Musical (NIME) em 2002  tenha sido fundamental para a criação de uma comunidade dinâmica e independente de designers e profissionais dos interfaces musicais, a investigação sobre os NIME precede a conferência em pelo menos duas décadas. Nesta conferência serão discutidos os principais trabalhos sobre interfaces musicais e instrumentos musicais digitais a partir da década de 1980, com foco especial nos trabalhos apresentados na International Computer Music Conference (ICMC) e no Computer Music Journal (CMJ). 
Vários desses trabalhos iniciais introduziram grandes tendências na literatura NIME, como o design e avaliação de interfaces, mapeamento e háptica na música computacional, ou discutiram o uso dos NIMEs na prática musical sustentada. 
Serão analisadas as tendências recentes do NIME usando dados coletados sobre o uso de sensores e atuadores e os principais tipos de interfaces projetadas ao longo dos anos, destacando questões como prática de desempenho e obsolescência tecnológica.
 
 
Marcelo M. Wanderley é professor de Tecnologia da Música na Universidade McGill, Canadá, Internacional Chair no Inria Lille, França (2016-2020). Nos seus interesses de investigação incluem-se matérias como o design e avaliação de instrumentos musicais digitais e a análise do movimento de artistas. Coeditou o livro eletrónico “Tendências no controle gestual da música” em 2000, foi co-autor do livro “Novos instrumentos musicais digitais: controle e interação além do teclado” e em 2006 e presidiu a Conferência Internacional de 2003 sobre Novos Interfaces para Expressão Musical (NIME03). É membro sénior da ACM e do IEEE e membro do Conselho Consultivo Editorial do Computer Music Journal.