Arte & Ciência | Michaël Dudok de Wit · Inspiration and rational thinking: approaches to the creative process (EVENTO ADIADO)

23.04.2020 18:30
Auditório Ilídio Pinho | Edifício das Artes / Arts Building

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

23.04.2020 18:30 Arte & Ciência | Michaël Dudok de Wit · Inspiration and rational thinking: approaches to the creative process (EVENTO ADIADO) Link: http:///pt/central-eventos/arte-ciencia-michael-dudok-wit-inspiration-and-rational-thinking-approaches-creative

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto | Auditório Ilídio Pinho

 

Arte & Ciência | Michaël Dudok de Wit · Inspiration and rational thinking: approaches to the creative process
Auditório Ilídio Pinho
23 ABR · 18H30
ENTRADA LIVRE
 
Michael Dudok deWit é um cineasta que nos seus filmes de animação trabalha o cheio versus o vazio, o ritmo versus a pausa. Em filmes como The Monk and the Fish (1994), Father and Daughter (2000), The Aroma of Tea (2006) e a longa-metragem The Red Turtle (2016) apresenta-nos explorações que, à primeira vista parecem tratar de realidades concretas, mas que na sua realidade filosófica e estética se aproximam da abstração. Foi o primeiro realizador ocidental a ver a sua longa-metragem produzida pelos estúdios Ghibli.
 
Nesta apresentação, não exclusivamente dirigida a estudantes de animação, mas a todos os que se interessam pelas artes e pelas questões criativas, abordará a criatividade como um processo vivo e orgânico. 
Serão discutidas questões tais como o pensamento intuitivo e o pensamento racional, o consciente e o inconsciente, o tempo linear, circular e a intemporalidade. Também se debaterá a melhor forma de enfatizar a criatividade, tanto em abordagens mais artísticas como mais comerciais.
 
 
---
 
 
MICHAËL DUDOK DE WIT
Michaël Dudok de Wit (Abcoude, Holanda, 1953) é um animador, realizador e ilustrador holandês de carreira consolidada. É também escritor e ilustrador de livros infantis, além de ensinar animação em diversas Universidades em Inglaterra.
O seu filme Father and Daughter (2000) foi premiado, entre outros, com um Oscar da Academia e um BAFTA. Com The Red Turtle (2016) foi o primeiro realizador não japonês a dirigir uma produção dos reputados Estúdios Ghibli de Hayao Miyazaki e Isao Takahata.