Bem-vindos | Welcome

Call for Papers | Chamada de Comunicações

 

O Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) da Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, convida à submissão de propostas para comunicações orais no Música Analítica 2019: Simpósio Internacional em Análise e Teoria da Música, a ocorrer no Campus da Foz, Porto, de 21–23 de março, 2019.

O simpósio promove a noção de música como análise e análise como música—uma glosa da expressão “música analítica” —argumentando que os nossos modos discursivos de análise não estão fora da música, nem são apenas um complemento enriquecedor que lhe adicionamos, mas antes são integrais à forma como experienciamos, concebemos, e exprimimos a música. Em suma, a análise (implícita ou explícita) está implicada no modo em que enquadramos, processamos, e construímos o tempo e som (incluindo aspetos como o gesto ou a experiência comunal) em/como música.

A temática do simpósio é abrangente e inclusiva, esperando receber propostas com uma variedade de perspetivas sobre análise e teoria musical (especulativa, prática, histórica), ou que possam estabelecer intersecções com disciplinas como história, composição, teoria crítica, etnomusicologia, performance, artes sonoras, matemática, ciências cognitivas e tecnologias. Além disso, são particularmente encorajadas abordagens pedagógicas que explorem as implicações metodológicas e sociais da análise musical.

 

The Research Center for Science and Technology in the Arts (CITAR) at Universidade Católica Portuguesa invites the submission of paper proposals to Música Analítica 2019: Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music.

The symposium promotes the notion of music as analysis and analysis as music - a gloss on “música analítica”- arguing that our discursive modes of analysis are not outside of music or simply an enriching addition we bring to it but rather integral to the way we may experience, conceive, and music. In short, implicit or explicit analysis is implicated in the way we reframe, process, and construct time and sound, including aspects such as gesture or communal experience into/as music.

The symposium's thematic range is inclusive, welcoming submissions from a variety of perspectives on music analysis and theory (speculative, practical, historical) or attendant to the multifarious intersections with disciplines such as music history, composition, critical theory, ethnomusicology, performance, sound art, mathematics, cognitive sciences, and technology. In addition, pedagogical approaches that address methodological and social implications of music analysis are particularly encouraged.