Apresentação

O colóquio Narrativa, Média e Cognição 2015 realiza-se este ano na Universidade Católica Portuguesa (Centro Regional do Porto), no dia 14 de julho. Dando continuidade ao workshop realizado em 2014 na Universidade do Minho, este encontro científico pretende proporcionar uma ocasião de debate aprofundado sobre modos de pensar e construir narrativas, bem como sobre a sua vivência emocional, social e cultural, a partir do contributo de saberes artísticos e científicos diversos. O colóquio é organizado pelo Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR), da Escola das Artes e coordenado pelo projeto “Narrativa e Criação Audiovisual”, da Linha de Investigação de Criatividade Digital.

 

Enquadramento

Na tentativa de eliminar a efemeridade da ação em mudança, o ser humano cria dispositivos que a transformam em algum tipo de configuração mais ou menos permanente: dar um sentido à dispersão de acontecimentos que nos assaltam no dia-a-dia parece ser uma necessidade vital. A sucessão de eventos pode ser unificada num discurso, pelo que uma história se torna um possível instrumento para fixar a representação da realidade vivida, sob pena de a alterar, reduzir, engrandecer ou mesmo transformar. Aquilo que é narrado ganha uma autonomia própria, distinguindo-se da vivência subjacente. Com início numa experiência compartilhada por outrem (e portanto mais tangível, objetiva ou intersubjetiva, como nas histórias ditas reais) ou oriundo de experiências internas e imagéticas (ficcionais?), a partir do momento em que se forma, o discurso adquire a capacidade de criar novas realidades por si mesmo. Esta duplicidade dialógica, entre o sujeito que conhece enquanto experiencia e aquele que conhece através do relato, está presente em diversos setores da vida humana. Porque se considera útil compreender interdisciplinarmente os mecanismos implicados em tais processos, organiza-se o colóquio “Narrativa, média e cognição”, dando particular enfoque ao estudo da imagem em movimento nos media, enquanto construtores de narrativas.

 

Temáticas

Exemplos de temas possíveis, mas não exclusivos:

  • Narrativa - âmbitos e aproximação conceptual
  • Novas estruturas narrativas (modelos não-lineares e multi-lineares; o hibridismo entre documentário e ficção...)
  • Narrativa e média (arte interativa, documentário, literatura, videojogos, intermedialidade, transmedialidade...)
  • Da ideia à narrativa (criatividade, criação grupal, acaso e disrupção na criação…)
  • Contexto da narrativa (reflexo cultural, construção de discursos sociais, papel do espectador e do meio artístico...)
  • Elementos da narrativa (premissa, conflito, ações, personagens, relações entre personagens, tempo...)
  • Narrativa e desenvolvimento (psicológico, social, histórico)
  • Percepção e cognição da narrativa
  • Estética da narrativa (correntes, estilos, géneros…)
  • Narrativa como estratégia (comunicação empresarial, marketing, jornalismo...)